De Segunda a Sexta – 06h às 07h

FM Maior 93.3 Ao Vivo

De Segunda a Sexta – 06h às 07h

saúde

Conheça os efeitos do Café no fígado e nos rins

b265010db0e1fe39ca9feec439df345c

É difícil encontrar alguém que, seja no café da manhã, no meio da manhã, depois do almoço ou no meio da tarde, não tome um cafezinho. Em casa, no bar, nas máquinas de vending… e claro, com as mil e uma maneiras de pedir um café que conhecemos tão bem no Brasil.

Todos esses cafeadictos estão interessados em conhecer os efeitos deste líquido marrom tão presente no dia a dia. Segundo um estudo da Universidade de Harvard, ele oferece mais do que o estado de alerta da cafeína e seus efeitos são especialmente sensíveis para o fígado ou os rins.

De acordo com os pesquisadores, considera-se que beber café é benéfico para a função renal do ser humano. E, citando a National Kidney Foundation (Fundação Nacional para o Rim dos EUA), pode ser adequado para pessoas com doenças renais.

Um estudo do Kidney International Reports (2022) viu que o consumo regular de café está relacionado a uma menor incidência de doença renal crônica e diminuição do risco de lesão renal aguda. Inclusive, destaca outros estudos que provam que quantidades moderadas de café podem reduzir o risco de cálculos renais, derrubando um dos grandes mitos negativos desta bebida.

Leia também:  Rotina de trabalho irregular na juventude impacta saúde após os 50

Em relação ao fígado, a ciência é ainda mais contundente: sim, é bom beber café. A ponto de que é considerado um elemento hepatoprotetor. Basicamente é o oposto do álcool, que causa danos ao fígado. 

Um artigo publicado na National Library of Medicine (NLM) o denomina “o grão mágico para as doenças do fígado”. Segundo outra entidade, Healthline, “os estudos mostraram que beber café protege o fígado de doenças, mesmo entre aqueles que já têm problemas de saúde relacionados a este órgão”.

Compartilhe essa notícia:

Outras notícias

Mais lidas

plugins premium WordPress