De Segunda a Sexta – 06h às 07h

FM Maior 93.3 Ao Vivo

De Segunda a Sexta – 06h às 07h

Saiba como funciona a caixa preta de um avião em casos de acidentes


Muitas pessoas já devem ter ouvido falar da caixa preta em caso de acidente com aviões. Mas não é do conhecimento geral como ela funciona de fato.

De forma geral, uma caixa preta funciona tendo como base dois mecanismos de gravação: o primeiro chama-se Cockpit Voice Recorder (CVR), que grava somente o áudio na aeronave através, geralmente, de três microfones: ou seja, o do comandante, copiloto e um localizado no painel na parte de cima da cabine, que capta o som ambiente do local.

Mas tem outro sistema chamado de Flight Data Recorder (FDR), que registra parâmetros como velocidade do avião, seja ela em relação ao vento ou ainda ao solo, bem como as posições em que as alavancas que controlam as turbinas, também chamadas de manetes, foram colocadas, momentos em que botões foram acionados e alguns outros dados.

Tais sistemas ficam juntos nas caixas pretas mais modernas, sendo que ainda é possível encontrar aviões que têm CVR e o FDR em caixas separadas.
É preciso ressaltar também que esses sistemas são, de fato, duradouros para poder permitir a sobrevivência desses dados na maior parte das situações. Tanto que o preço de um mecanismos desses pode ser avaliado entre US$ 10 mil e US$ 15 mil.
Meio Norte

Leia também:  Casa do Cidadão em Aracoiaba disponibiliza WhatsApp para atendimentos

Compartilhe essa notícia:

Outras notícias

Mais lidas

plugins premium WordPress