De Segunda a Sexta – 06h às 07h

FM Maior 93.3 Ao Vivo

De Segunda a Sexta – 06h às 07h

Curiosidades

Quanto dura o beijo? Seis segundos é o mínimo contra o estresse e para fortalecer a relação, diz especialista

beijo-na-boca-1140x641

Pegue seu celular e cronometre seis segundos. O que você conseguiu fazer nesse pequeno espaço de tempo? Provavelmente quase nada. Mas você sabia que esse número mágico pode te ajudar a criar uma conexão com alguém?

Viralizaram recentemente nas redes sociais vídeos com dicas de John Gottman, psicólogo e pesquisador em relacionamentos. Segundo ele, um beijo de seis segundos é o suficiente para aumentar a confiança e criar vínculos com o seu par. E não importa se é um selinho ou um beijo de língua, desde que ambos estejam entregues ao momento.

⏱️Por que seis segundos? Gottman explica que esse é o tempo da ocitocina ser liberada no nosso corpo.

“Com um abraço de 20 segundos ou um beijo de seis segundos, as duas pessoas liberam ocitocina. E isso cria uma noção de segurança psicológica, conexão e vínculo“, disse Gottman.

A ocitocina, chamada de “hormônio do amor”, está associada aos sentimentos de ligação e afeto entre pessoas. Ao liberá-la, é possível fortalecer os vínculos sociaisreduzir o estresse e ansiedade, além de aumentar a felicidade e o bem-estar.

Leia também:  Grávida, Iza revela que foi traída por Yuri Lima e anuncia separação

E sim, o contato físico é uma das formas de liberar esse hormônio no nosso corpo. Conversar com amigos, praticar atividades relaxantes e ter contato com animais também estão na lista.

John Gottman aponta outros benefícios do beijo de seis segundos:

  • Cria mais conexão entre o casal
  • Aumenta o carinho e a admiração
  • Aumenta a “conta bancária emocional”
  • Pode reduzir o cortisol, conhecido como “hormônio do estresse”
  • Pode levar ao sexo

Um cálculo rápido: se você decidir beijar seu par duas vezes por dia durante uma semana, você vai “gastar” menos de um minuto e meio para se conectar com o mozão. Pouco esforço para uma recompensa muito boa.

Vale lembrar que, mesmo que os tais seis segundos tragam todos esses benefícios, está liberado beijar por mais tempo. Não precisa ligar o cronômetro toda vez que for beijar seu parceiro ou parceira — e nem precisa parar depois de “cumprir” a meta. Agora, se o beijo não for bom… Não tem nem seis segundos que aguentem.

Leia também:  Alimentos ultraprocessados diminuem expectativa de vida, diz estudo

O que acontece no nosso corpo quando beijamos na boca?

Quando duas pessoas se beijam, há uma reação química no corpo que leva a várias sensações. O gesto causa uma “festa” de hormônios no corpo:

❤️‍🔥 A serotonina, que é o hormônio do prazer, fica alta por causa do toque, do cheiro e da sensação gustativa pelo envolvimento dos lábios e da língua.

❤️‍🔥 O cortisol fica mais baixo, o que ajuda a aliviar o estresse.

❤️‍🔥 A ocitocina também é liberada e ajuda na criação do vínculo entre que se beija.

❤️‍🔥 Além de todos esses, há também a adrenalina, que fica alta, e é responsável pelo aumento da frequência cardíaca.

Essa reação química é o que causa o aumento do batimento cardíaco, que, por consequência, torna a respiração profunda e dilata as pupilas. Ou seja, a sensação de “êxtase” é consequência da mistura de hormônios que são liberados no corpo quando se beija.

(*)com informação do G1

Compartilhe essa notícia:

Outras notícias

Mais lidas

plugins premium WordPress