De Segunda a Sexta – 06h às 07h

FM Maior 93.3 Ao Vivo

De Segunda a Sexta – 06h às 07h

futebol

Fortaleza bate CRB, encerra “fantasma dos pênaltis” e garante tri da Copa do Nordeste

448032508_18442746448049209_5565118160074708229_n

O Fortaleza se sagrou tricampeão da Copa do Nordeste na tarde deste domingo, 9. No estádio Rei Pelé, em Maceió, o Leão superou CRB nos pênaltis por 5 a 4 após derrota no tempo normal por 2 a 0. Na ida, a equipe havia vencido por 2 a 0 diante da sua torcida, no Castelão. 

Esse é o terceiro título do clube tricolor na principal competição regional do país. Nas outras duas vezes, o time leonino bateu Botafogo-PB e Sport em 2019 e 2022, respectivamente. Com a taça, o Tricolor carimba sua vaga na terceira fase da Copa do Brasil 2025 e fatura R$ 6,6 milhões.

Com vantagem construída na ida, a equipe leonina iniciou a partida com uma postura mais defensiva, enquanto o CRB, precisando do resultado, se lançou ao ataque. Em meio à um começo de embate movimentado, Moisés sentiu a coxa e teve que ser substítuido. Machuca entrou no lugar.

A parada para a saída do ponta, porém, não amenizou o clima da decisão. Com disputas intensas de bola, os times tentavam chegar ao último terço, mas encontraram ambas as defesas bem colocadas.

Leia também:  Paysandu, próximo adversário do Ceará, não perde em casa há 9 meses

A primeira grande chance criada ocorreu aos 21 minutos. Na ocasião, Léo Pereira cruzou para Anselmo Ramon, que, livre na área, finalizou mal e mandou por cima do gol. Cinco minutos depois, o Fortaleza respondeu com Pikachu em cobrança de falta, mas Matheus Albino defendeu.

Aos 39, o Galo da Pajuçara voltou a desperdiçar outra grande oportunidade de marcar. Léo Pereira, mais uma vez, fez boa jogada pela esquerda e tocou para Alemão finalizar. No lance, João Ricardo interviu e evitou o tento alvirrubro.

Nos minutos finais da primeira etapa, o CRB cresceu no embate e pressionou o time de Juan Pablo Vojvoda, mas não conseguiu chegar ao almejado gol, muito por conta da ansiedade.

O cenário, inclusive, seguiu o mesmo no começo do segundo tempo. Primeiro, a equipe alagoana criou com Léo Pereira e João Pedro. Aos 13, ainda criou mais uma grande chance com Matheus Ribeiro, mas a bola bateu na defesa. No rebote, Gegê finalizou o João Ricardo defendeu.

Após tanto pressionar, o gol regatino enfim saiu. Em cobrança de escanteio aos 20 minutos, a bola desviou em Lucero e sobrou para João Neto, que estufou para dentro das redes.

Leia também:  Thiago Silva é registrado no BID e pode fazer estreia pelo Fluminense

O Fortaleza tentou responder com Bruno Pacheco, duas vezes. Na primeira, o lateral bateu cruzado e Matheus Albino defendeu. Na segunda, a bola sobrou novamente para ele, que finalizou por cima.

Aos 35, o CRB voltou a assustar. No lance, Mike cabeceou desequilibrado e acertou o travessão. Diante de tanta pressão, Vojvoda colocou Zé Welison e Pedro Rocha para tentar energizar a equipe.

A estratégia, no entanto, não deu certo. Isso porque o time alagoano voltou a balançar as redes aos 41 minutos. Matheus Ribeiro finalizou, mas a bola desviou e sobrou, novamente, para João Neto, que chutou firme para marcar o segundo. No fim, o Leão seguiu sendo pressionado, mas conseguiu levar a decisão para os pênaltis.

Pênaltis

  • Anselmo Ramon (CRB) – Perdeu
  • Lucero (FOR) – Gol
  • Gegê (CRB) – Perdeu
  • Pedro Rocha (FOR) – Gol
  • João Neto (CRB) – Gol
  • Zé Welison (FOR) – Gol
  • Hereda (CRB) – Gol
  • Hércules (FOR) – Gol
  • Matheus Ribeiro (CRB) – Gol
  • Pikachu (FOR) – Gol

O Povo

Compartilhe essa notícia:

Outras notícias

Mais lidas

plugins premium WordPress